A necessidade de preservar o meio ambiente com um estilo de vida ecológico está cada vez mais presente, sendo uma preocupação cada vez mais real. Ajudar o planeta não é algo difícil, basta transformar pequenos gestos que podem fazer uma grande diferença e transformarem-se em hábitos.

1. Adote a política dos 3 R’s: reduzir, reutilizar e reciclar

Adote a famosa regra dos ‘3Rs’ no seu dia a dia e faça-o nesta ordem: não compre coisas desnecessárias; antes de deitar alguma coisa fora, questione-se se há a possibilidade de lhe dar uma segunda vida (por exemplo, potes de vidro podem ser usados ​​para guardar açúcar ou sal) e, em último caso, deposite os resíduos nos recipientes de reciclagem correspondentes.

2. Opte por produtos de higiene/limpeza que sejam o mais naturais possíveis

Outrora vistos como artigos caros, hoje em dia estão cada vez mais presentes nas prateleiras de supermercados, a preços acessíveis e com ingredientes naturais de qualidade. Desta forma, está a evitar que os animais sejam abatidos para fins não essenciais, além de dar um grande contributo para a sustentabilidade do nosso planeta.

3. Compre produtos de alimentação a granel

Já reparou na quantidade de plástico que traz para casa quando chega das compras do supermercado? Este produto altamente nocivo para o meio-ambiente está presente em legumes, fruta, carne, peixe, etc. Sabemos que as lojas que vendem produtos alimentares a granel são escassos, mas sempre que for a uma cidade (onde há mais oferta), aproveite para levar os seus recipientes em vidro e enchê-los com, por exemplo, cereais.

4. Pare de usar plástico ao comprar fruta e legumes

Opte por comprar pequenos sacos reutilizáveis para levar fruta e legumes para casa. Poucos cêntimos na aquisição destes produtos fazem uma grande diferença no ambiente.

5. Aproveite água

Vai tomar banho e a água quente leva muito tempo para sair? Não desperdice nenhum litro. Para ser mais amigo do ambiente, pode guardar essa água num balde e usá-la para limpar a casa, fazer a descarga da sanita ou regar as plantas.

6. Apague as luzes

Apague as luzes quando não estiver nas divisões. Porém, lembre-se que no caso das lâmpadas de baixo consumo e das fluorescentes (habitualmente utilizadas nas cozinhas), no momento em que se acendem estas consomem muita energia, portanto, se voltar dentro de 20 minutos, é melhor deixar as luzes ligadas.

7. Use a máquina de lavar roupa com responsabilidade

Espere até que tenha roupa suficiente para encher a máquina. Opte por utilizar programas de duração curta e lave bem apenas quando as peças estiverem muito sujas. Além disso, não abuse do sabão e do amaciador: este último é bastante poluente e o seu uso não é recomendado em roupas delicadas.

8. Adote o ‘dia do forno’

O forno é um dos aparelhos de maior consumo de energia da casa. Portanto, aproveite cada vez que o ligar para cozinhar várias refeições ao mesmo tempo. Opte por desligá-l antes do final do tempo de cozedura uma vez que a energia residual será suficiente.

9. Beba água da torneira

Se está habituado a comprar água engarrafada, é normal que sinta, nos primeiros dias, uma diferença no sabor. Acredite que, com o tempo, essa diferença acaba por atenuar. Dica: encha uma garrafa de vidro com água da torneira e deixa-a repousar no frigorífico, local onde deve permanecer sempre. Pode aproveitar para colocar algumas rodelas de limão e pepino para dar sabor.

10. Aposte em produtos de limpeza ‘eco’

Muitos produtos de limpeza são feitos com produtos químicos muito agressivos para a sua saúde e meio ambiente. Tente minimizar a sua utilização e explore outras possibilidades mais saudáveis ​​e produtos de limpeza caseiros. Sabia que o vinagre branco tem propriedades desinfetantes, desengordura e remove a ferrugem?

11. Não deite óleo usado pelo ralo

Cada litro de óleo usado e que escorremos pelo ralo pode contaminar mil litros de água. Pode evitá-lo com um simples gesto: armazená-lo numa garrafa e levá-lo até um oleão. Os mais habilidosos podem fazer sabão caseiro com o óleo usado.

12. Não imprima bilhetes, confirmações ou vouchers se for de viagem

Pare de imprimir confirmações de hotel, aluguer de carro ou cartões de embarque. Opte pelas versões digitais que pode levar no telemóvel, computador ou tablet.

13. Tenha cuidado com o ar condicionado e aquecimento

Esteja quente ou frio, não abuse do ar condicionado e/ou do aquecimento. Antes de ligar um destes aparelhos, verifique se não pode fechar as janelas e baixar persianas nas horas mais quentes do dia. Estas dicas servem também para o inverno, porque retém o calor natural de uma casa.

14. Não desperdice comida nos restaurantes

Se for a um restaurante com a família ou amigos e as porções forem grandes para os vossos estômagos, peça para levar as sobras. Assim, além de estar a poupar dinheiro – porque poderá servir para uma próxima refeição – ainda está a evitar que a comida vá parar ao lixo.

15. Esteja atento aos dispositivos em ‘stand-by’

Não deixe o carregador de telemóvel ligado ou os eletrodomésticos em modo stand-by, pois estes podem representar uma fatia 20% de consumo na sua fatura.

16. Informe-se sobre o tema

Desde as alterações climáticas, até ao lixo que acaba nos oceanos, existem milhares de livros e artigos que o vão ajudar a viver de maneira mais sustentável.

17. Veja documentários

Além de livros e artigos, existem centenas de documentários (alguns gratuitos, outros através de uma assinatura mensal) sobre o tema. São obras visualmente impressionantes sobre o nosso planeta que têm uma mensagem impactante sobre o destino da humanidade.

18. Dê preferência a restaurantes que valorizem os produtos locais

Sabemos que pode ser prático, mas evite as grandes cadeias de fast food. Além de não serem boas para a saúde, são responsáveis pela produção de grandes quantidades de lixo, como é o caso dos copos, embalagens e guardanapos descartáveis.

19. Compre roupa com produtos reciclados, orgânicos ou em segunda mão

É verdade que as peças de roupa com produtos reciclados ou 100% orgânicos podem ter um valor mais elevado. Porém, cadeias como Zara ou H&M têm cada vez mais linhas com o selo ‘consciente’ ao mesmo preço das restantes peças. Pode ainda consultar online alguma lojas que vendem roupa em segunda mão e em bom estado. Vai ficar surpreendido.

20. Abrace o ‘minimalismo’

Já ouviu, certamente, a expressão ‘menos é mais’. Existe um estilo de vida chamado ‘minimalismo’, que consiste em desfazer-se (com recurso à reciclagem, claro) das coisas que tem casa e que não lhe tragam felicidade a quem lá viva, desde peças de decoração até ao guarda-roupa. Depois desta ‘limpeza’, passe a comprar somente o que precisa e não aquilo que quer.

21. Reduza consideravelmente o consumo de carne

Faça, pelo menos, uma refeição vegetariana por semana e reduza os custos energéticos, naturais e de transporte relacionados com a criação e distribuição deste tipo de produtos. Há cada vez mais portugueses a mudar os seus hábitos alimentares para produtos que não sejam de origem animal, seja por questões de saúde, ambientais ou crueldade animal.

22. Ande mais de bicicleta ou a pé

É mais divertido e saudável. Ao optar por estes meios, deixa de emitir qualquer gás do efeito estufa e outros componentes dos combustíveis fósseis.

23. Pague as contas online e receba as faturas eletronicamente

É uma atitude ecológica que felizmente cada vez mais pessoas estão a adotar, em prol da preservação das árvores e do planeta. Além disso, já pensou no tempo que vai poupar em filas para uma caixa multibanco?

24. Reduza o tempo no banho

Encurte os duches para três minutos e poupe aproximadamente 37 litros de água. Pode optar ainda por tomar banho com a sua cara-metade ou juntar as crianças na banheira para poupar.

25. Juntos somos mais

Reencaminhe estas dicas para os seus familiares e amigos. Se todos aplicarmos um destes gestos ecológicos, o mundo será certamente um lugar melhor.

 

 

17.09.2020
Fonte: lifestyle.sapo.pt