Descrição

Esta formação de Introdução ao Conceito de Economia Social – As Organizações Sociais, pretende ser uma incursão ao mundo da Economia Social, que explica, apoia e traduz os vários modelos de Organizações Sociais em Portugal, suas características e enquadramento jurídico. Ao longo de 6 unidades em que abordaremos as entidades da Economia Social e as suas relações com o Estado e com as Empresas, procuramos transmitir aos formandos conhecimentos que lhes permitam ter uma visão real do panorama da Economia Social no nosso país.

É importante perceber que o paradigma vigente da Economia Social deve transportar um reconhecimento público da importância dos serviços prestados por estas organizações, uma vez que na nossa sociedade as questões relacionadas com a mediação social e comunitária são ainda pouco divulgadas. Neste sentido, torna-se imperativo conhecer a diversidade da forma de atuação e termos plena consciência do extraordinário serviço que as organizações sociais desenvolvem em prol das pessoas, das famílias e da própria sociedade.

Quer ficar por dentro das novidades do mundo da formação? Assine a nossa newsletter.

Gerais:

– Promover o conhecimento do papel da economia social na sociedade portuguesa;
– Possibilitar o entrosamento e familiaridade dos formandos com as organizações da Economia Social;
– Aumentar as capacidades dos formandos de responder aos desafios sociais com que se deparam;
– Desenvolver e capacitar o Know-how dos formandos para colocarem ao dispor das entidades onde colaboram;
– Dotar os formandos de ferramentas que lhes permitam criar o seu próprio espaço social.

Específicos:

Concluída a ação de formação, os e-alunos deverão ser capazes de:
– Conhecer a evolução histórica da Economia Social;
– Perceber e definir os conceitos de Economia Social e de Organizações Sociais;
– Poder distinguir e identificar as suas caraterísticas;
– Conhecer o conceito e os Setores da Economia;
– Conhecer o enquadramento legal da Economia Social e Organizações Sociais;
– Conhecer a lei de bases e os seus contornos;
– Conhecer e distinguir os diversos modelos de organizações sociais;
– Conhecer e distinguir as áreas/setores de atuação da Economia Social;
– Estabelecer e perceber de que forma as empresas podem ser úteis às Organizações Sociais;
– Conhecer como as Organizações Sociais podem identificar as empresas para as apoiar;
– Entender o papel do Estado face à intervenção nas Organizações Sociais;
– Identificar o tipo de relação que se pode estabelecer entre Estado e Economia Social;
– Conhecer algumas boas práticas ilustrativas da Economia Social e distinguir as suas áreas de intervenção.

1. Conceito de Economia Social e de Organizações Sociais e Conceptualização das diferentes áreas da Economia – O que as distingue?

1.1. Conceito de Economia Social
1.2. As Organizações Sociais
1.3. Conceito de Economia

2. Enquadramento legal da Economia Social (Leis de Bases)

2.1. Enquadramento Legal da Economia Social
2.2. Redação da Lei de Bases
2.3. Regime Jurídico das IPSS

3. Entidades que integram a Economia Social e suas áreas de atuação

3.1. As Entidades da Economia Social
3.2. Áreas de atuação da Economia Social – Os setores da Economia Social
3.3. As atividades da Economia Social

4. A Relação entre a Economia Social e as Empresas

4.1. A ligação entre as Organizações Sociais e as empresas
4.2. Os projetos de Economia Social – Como elaborar?
4.3. Como identificar a empresa ideal?

5. A Economia Social e as relações com o Estado

5.1. Referência Histórica aos modelos de parceria entre o Estado e as Organizações Sociais
5.2. Papel do Estado

6. Boas Práticas da Economia Social

6.1. Exemplo de Entidades e seu âmbito de atuação


– Quadros dirigentes de instituições e organizações sociais;
– Quadros técnicos e técnicos superiores das instituições e organizações sociais;
– Consultores de gestão;
– Técnicos administrativos;
– Assessores de recursos humanos, finanças, comunicação, relações públicas, entre outras áreas funcionais da organização;
– Assessores da direção e/ou dos corpos sociais da organização.
No modelo de e-learning o e-aluno tem a possibilidade de frequentar o curso e realizar as atividades nos dias e horários que desejar, desde que dentro dos prazos definidos para o curso.

A avaliação final depende da avaliação obtida nos testes.

A conclusão da formação com Aproveitamento implica a obtenção de uma classificação final igual ou superior a 10 (dez) valores na nota de avaliação final, numa escala de 0 a 20 valores. A conclusão da formação com aproveitamento resulta na obtenção de um Certificado de Formação Profissional, emitido de acordo com os requisitos legais em vigor, que será disponibilizado na área do e-aluno no site da FormaçãOnline até um prazo máximo de 15 dias após a conclusão da ação de formação.

A formação é ministrada 100% online, estando disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana. O regime E-Learning da nossa academia da FormaçãOnline apresenta muitas vantagens e flexibilidade e não sacrificamos a qualidade em nenhuma das vertentes. No decorrer de toda a formação terá o acompanhamento do e-formador de forma assíncrona. O início da próxima ação está definido na data da próxima turma, contudo, se quiser iniciar de imediato fale connosco aqui.
Todas as nossas formações contam com o apoio permanente de e-formadores qualificados. Sempre que necessitar, ao longo da formação, poderá entrar em contacto com o e-formador através da academia para colocar as suas dúvidas.
As nossas formações estão  disponíveis online 24 horas por dia e 7 dias por semana, num formato cumpridor dos standards internacionais de e-learning. A gestão dos momentos de estudo é totalmente feita pelo e-aluno pois poderá aceder aos conteúdos da formação a qualquer hora do dia ou da noite, fins-de-semana e feriados, em função da sua disponibilidade, tendo apenas de terminar a formação até ao último dia definido. Poderá estudar quando quiser e onde quiser, já que só necessita de ter um computador com acesso à internet para poder realizar a sua formação. Desta forma, é mais fácil conciliar a aprendizagem com as exigências da sua profissão, da sua família e da sua casa. A formação tem apoio de um e-formador ao qual poderá colocar as suas questões a qualquer momento no decorrer da formação. No decorrer da formação irá contar com material multimédia interativo para efetuar o estudo. Esta formação encontra-se estruturada por unidades e  terá elementos de validação do conhecimento, que têm como objetivo a atribuição de uma nota final na formação. Esta estrutura tem a  finalidade de apresentar uma linha contínua de aprendizagem, com uma determinada duração, que é feita ao ritmo do e-aluno. O material auxiliar é uma rica biblioteca que está em contínua evolução, sendo assim, poderá conter artigos, vídeos, áudio, links, livros, com a possibilidade de efetuar o download de alguns materiais de formação para gravar no seu computador ou imprimir que permitem uma ligação permanente à formação.
A FormaçãOnline® é uma entidade formadora certificada, visto que, nos foram reconhecidos pela DGERT  os recursos e capacidades técnicas e organizativas necessárias para desenvolver os processos associados à execução de formação nas áreas em que desenvolvemos a nossa oferta formativa. Tendo, desta forma, sido validada a nossa atuação especializada, as competências técnicas dos formadores e a adequação dos nossos objetivos e conteúdos de formação. A conclusão da formação com aproveitamento implica a obtenção de um certificado de formação profissional, com o reconhecimento da FormaçãOnline.
Esta formação não exige qualquer conhecimento prévio do tema.
Para frequentar esta formação é necessário ter acesso a um computador, com ligação estável à Internet e um browser (programa para navegar na web), como o Chrome, Firefox, Safari, Microsoft Edge ou Internet Explorer. Não necessita de instalar programas no seu computador para poder aceder à formação. Para aceder à plataforma basta ter o e-mail e a respetiva senha, criados aquando da realização da inscrição.