Descrição

A igualdade de género está formalmente consagrada na legislação. Mas, entre o formal legislado e a realidade com que nos debatemos, persistem focos de desigualdade que se materializam em assimetrias e perpetuação de preconceitos e atitudes discriminatórias.

Promover a igualdade de género é promover uma cidadania ativa e paritária, alicerçada numa cultura de responsabilidade social, que valorize a participação cívica e potencie a inclusão e coesão sociais e o aumento do sentimento de pertença na sociedade.

Com este curso, desenvolverá conhecimentos que o/a ajudarão a compreender os mecanismos que produzem as situações de desigualdade e a definir estratégias de mudança no contexto familiar, pessoal e profissional, promovendo a igualdade de género e contribuindo para a inversão de trajetórias de exclusão social.

Quer ficar por dentro das novidades do mundo da formação? Assine a nossa newsletter.

Gerais:

Proporcionar aos participantes o desenvolvimento de competências, atitudes e capacidades relacionadas com a área da igualdade de género. Pretende-se também sensibilizar os formandos para a pertinência da área, assim como contribuir para uma mudança de comportamento face a esta temática.

Específicos:

Concluída a ação de formação, os e-alunos deverão ser capazes de:
– Identificar os estereótipos associados ao masculino e ao feminino;
– Distinguir os conceitos de sexo e diferença sexual e género e diferenciação sexual;
– Identificar no discurso os itens discriminatórios e sexistas;
– Debater a componente de ação da linguagem;
– Evidenciar a responsabilidade das instituições para fomentar a igualdade de género;
– Apropriar o conhecimento nas temáticas de igualdade de género.

1. Enquadramento conceptual

1.1 Sexo e género
1.2 Igualdade, diversidade e cidadania
1.3 Papéis sociais, paradigmas e estereótipos
1.4 Linguagem como paradigma das (des)igualdades
1.5 Coeducar para uma cidadania democrática

2. Roteiros temáticos de género

2.1 Dimensão pessoal e familiar
2.2 Dimensão profissional
2.3 Conciliação entre a vida profissional, familiar e pessoal
2.4 Violência de género
2.5 Saúde, direitos sexuais e reprodutivos
2.6 Mainstreaming de género e ações positivas

3. Metodologias de formação em igualdade e sugestões de operacionalização

3.1 Instrumentos e mecanismos internacionais
3.2 Instrumentos e mecanismos nacionais

Formadores que pretendem adquirir conhecimentos específicos na área da igualdade de género. Público em geral que pretenda adquirir ou aprofundar conhecimentos nesta área.
No modelo de e-learning o e-aluno tem a possibilidade de frequentar o curso e realizar as atividades nos dias e horários que desejar, desde que dentro dos prazos definidos para o curso.

A avaliação depende dos seguintes itens:
– avaliação obtida nos testes;
– classificação obtida nos desafios.

A conclusão da formação com Aproveitamento implica a obtenção de uma classificação final igual ou superior a 10 (dez) valores na nota de avaliação final, numa escala de 0 a 20 valores. A conclusão da formação com aproveitamento resulta na obtenção de um Certificado de Formação Profissional, emitido de acordo com os requisitos legais em vigor, que será enviado para a morada indicada pelo e-aluno até um prazo máximo de 15 dias após a conclusão da ação de formação.