Descrição

Considerada por muitos como a Nutrição do Século XXI, a Nutrição Funcional atua no tratamento e acima de tudo na prevenção, ou seja, fortalece os sistemas do nosso organismo para que funcionem corretamente e não adoeçam. Para além de um corpo sem doença, com a nutrição funcional trabalhamos para um organismo que funciona no seu máximo potencial e bem-estar.

Quer ficar por dentro das novidades do mundo da formação? Assine a nossa newsletter.

Gerais:

– Possuir conhecimentos com validade científica dentro da Nutrição Funcional.
– Perceber o impacto da Nutrição Funcional na saúde.

Específicos:

Concluída a ação de formação, os e-alunos deverão ser capazes de:
– Distinguir alimentos funcionais de nutracêuticos;
– Relacionar a ingestão de alimentos ricos em fitoquímicos com potenciais benefícios a nível de saúde;
– Reconhecer os alimentos probióticos/prebióticos e a importância dos mesmos na sociedade atual;
– Descrever as funções dos ácidos gordos ómega-3 e ómega-6.

1. Bases e princípios da Nutrição Funcional

1.1 Importância da Nutrição Funcional
1.2 Alimentos Funcionais e Nutracêuticos – definições
1.3 Características dos Alimentos Funcionais
1.4 Legislação Alimentar

2. Classes de Alimentos Funcionais e Nutracêuticos

2.1 Probióticos
2.2 Prebióticos
2.3 Simbióticos
2.4 Fibras Dietéticas
2.5 Alimentos Sulfurados e Nitrogenados
2.6 Antioxidantes
2.7 Fitoesteróis
2.8 Ácidos Gordos Polinsaturados
2.9 Algas

3. Composição Nutricional dos Alimentos Funcionais

3.1 Coentro
3.2 Louro
3.3 Manjericão
3.4 Noz-moscada
3.5 Cravinho
3.6 Orégãos
3.7 Tomilho
3.8 Salsa
3.9 Curcuma ou Açafrão da terra
3.10 Cebolinho
3.11 Cebola
3.12 Canela
3.13 Alho
3.14 Alecrim
3.15 Paprica
3.16 Aveia
3.17 Cacau
3.18 Chá Verde
3.19 Frutas Cítricas
3.20 Gengibre
3.21 Sementes de Linhaça
3.22 Frutos Secos
3.23 Tomate
3.24 Uvas e vinho
3.25 Vegetais Crucíferos

4. Probióticos e Prebióticos

4.1 Probióticos, Prebióticos e Simbióticos
4.2 As Fibras e os Prebióticos
4.3 Principais bactérias utilizadas nos Alimentos Funcionais Probióticos
4.4 Os Probióticos e Prebióticos e a Microbiota Intestinal
4.5 As vantagens nutricionais e os mecanismos de atuação dos Prebióticos e Probióticos
4.6 Os efeitos atribuídos aos Probióticos e Prebióticos
4.7 A modulação da microbiota intestinal e alteração do metabolismo microbiano
4.8 O estímulo da imunidade do hospedeiro e da absorção e biodisponibilidade de determinados nutrientes
4.9 Outros possíveis efeitos atribuídos às culturas Probióticas
4.10 Possível mecanismo dos Probióticos e dos Prebióticos na inibição do cancro do cólon
4.11 Efeitos fisiológicos dos produtos de fermentação dos Prebióticos no trato gastrointestinal
4.12 Frequência e dose de ingestão de Probióticos e Prebióticos
4.13 Principais aplicações de Probióticos e Prebióticos na indústria de alimentos
4.14 Possíveis efeitos adversos dos Prebióticos e Probióticos

5. Ómega-3 e Ómega-6

Profissionais da área da saúde e que desejem aprofundar os seus conhecimentos em Nutrição Funcional, para intervenção em meio hospitalar, clínico, entre outros. Outros profissionais que pretendam adquirir conhecimentos nesta área. Todas as pessoas que tenham interesse pelo tema e que queiram aumentar os seus conhecimentos na área da Nutrição Funcional.
No modelo de e-learning o e-aluno tem a possibilidade de frequentar o curso e realizar as atividades nos dias e horários que desejar, desde que dentro dos prazos definidos para o curso.

A avaliação depende dos seguintes itens:
– avaliação obtida nos testes;
– classificação obtida nos desafios.

A conclusão da formação com Aproveitamento implica a obtenção de uma classificação final igual ou superior a 10 (dez) valores na nota de avaliação final, numa escala de 0 a 20 valores. A conclusão da formação com aproveitamento resulta na obtenção de um Certificado de Formação Profissional, emitido de acordo com os requisitos legais em vigor, que será enviado para a morada indicada pelo e-aluno até um prazo máximo de 15 dias após a conclusão da ação de formação.