Descrição

Na infância e na adolescência as atividades/dinâmicas realizadas através de jogos lúdico – pedagógicos revelam-se como fundamentais, uma vez que contribuem para um melhor desenvolvimento global. Estes jogos caracterizam-se por ativar determinados processos que têm como finalidade a tomada de consciência de dimensões psicológicas internas e também, a aquisição de novas formas de pensar, sentir e relacionar-se com os outros.
Deste modo, o trabalho com crianças e jovens exige bastante criatividade e como tal, os profissionais como professores e animadores, tem que adquirir métodos e técnicas que estimulem o desenvolvimento tanto cognitivo, como psicológico. Neste sentido, tem sido possível observar que no trabalho com animação de grupos, nomeadamente com estes grupos, exige por parte dos técnicos, a aposta em cursos complementares, em áreas específicas como dinâmicas de grupo, expressão dramática e artística, assertividade, entre outros.
Desta forma, torna-se necessário promover e desenvolver ações de formação, na área da animação que sejam complementares, com o intuito de superar algumas carências que possam existir na área da animação sócio-cultural. Para dinamizar e animar grupos são necessários instrumentos e ferramentas que estão dentro de um processo de formação e organização, que possibilitam a criação e recriação do conhecimento.

Quer ficar por dentro das novidades do mundo da formação? Assine a nossa newsletter.

Gerais:

Permitir aos participantes adquirir/melhorar competência na área da animação tendo como público- alvo crianças e jovens.

Específicos:

Concluída a ação de formação, os e-alunos deverão ser capazes de:
– Adquirir capacidade para dinamizar atividades infanto-juvenis;
– Conhecer os diferentes modelos do desenvolvimento psicológico;
– Definir os princípios e as características gerais da animação;
– Reconhecer a importância da animação no contexto educativo;
– Indicar os instrumentos de dinamização de grupos;
– Identificar as fases de processo de intervenção sócio-cultural;
– Representar os passos para a elaboração de um projeto de animação sócio-cultural;
– Planificar, programar e gerir atividades de animação;
– Identificar as técnicas e as atividades em animação infanto-juvenil.

Infância e Adolescência

– Infância e adolescência: principais características;
– Desenvolvimento sócio – afetivo infância e adolescência;

Técnicas de Animação

– Conceito de Animação;
– O grupo;
– Animação Infantil e Juvenil;
– O animador: principais características;
– Estilos de liderança;
– Técnicas de Animação;

Atividades animação:

– Atividades de Animação;
– Planificação de atividades tendo como público- alvo crianças e jovens.

Animadores, monitores, educadores, auxiliares e população em geral que trabalhe ou queira desenvolver competências na área da animação com crianças e jovens.
No modelo de e-learning o e-aluno tem a possibilidade de frequentar o curso e realizar as atividades nos dias e horários que desejar, desde que dentro dos prazos definidos para o curso.

A avaliação depende dos seguintes itens:
– avaliação obtida nos testes;
– classificação obtida nos desafios.

A conclusão da formação com Aproveitamento implica a obtenção de uma classificação final igual ou superior a 10 (dez) valores na nota de avaliação final, numa escala de 0 a 20 valores. A conclusão da formação com aproveitamento resulta na obtenção de um Certificado de Formação Profissional, emitido de acordo com os requisitos legais em vigor, que será enviado para a morada indicada pelo e-aluno até um prazo máximo de 15 dias após a conclusão da ação de formação.